terça-feira, 9 de abril de 2013

Heart Attack - 22° Capítulo.


Justin P.O.V 

Desci as escadas imaginando o que estaria por vir, ou melhor, quem estaria atrás disso.

Justin: Fala o que foi dessa vez?.
Kenny: Al Pacino! Ele apareceu aqui de novo, vários carros pretos atrás de um Camaro prata!.
Justin: Quantos carros mais ou menos?
Kenny: Uns 20 carros.
Justin: Ótimo, arrumem uma escolta de 30 carros!. - Afirmei enquanto olhava Julie lá de cima pela ultima vez até sair da boate.
Kenny: Ethan já cuidou disso e Chaz e Chris já estão no carro deles.
Justin: Mas eu não pedi para que eles viessem junto. 
Kenny: Eles sabem que o Al Pacino não ta aqui pra brincadeira e muito menos você, eles são seus amigos, não vão te deixar. Ryan também estaria aqui na frente de todos eles se você não tivesse pedido pra ele tomar conta de Julie. Anda para de marra e vamos logo!.

Entrei no meu carro e logo coloquei a escuta e o microfone, a qualquer momento Chaz poderia nós dar alguma pista. 

A pista estava totalmente vazia, o que me fazia correr a 200/km em uma pista de 90/km. A sensação era de quase estar voando, eu provoquei o Al Pacino e o prefeito e em troca eles deram um tiro na minha garota. E claro que eu não vou deixar isso barato, matei os dois caras que invadiram a minha casa e mesmo assim os filhos da puta não entregaram o patrãozinho de merda deles.

Chaz: Avistei os carros dele, estão próximos ao viaduto 645. Se Entrarmos na próxima estrada de terra conseguiremos alcançar eles, cara a cara. Mas precisamos ser rápidos!.

Assim que avistei a estrada de terra freei com brutalidade puxando o freio de mão e virei o volante fazendo uma curva perfeita. A estrada realmente era horrível e estava acabando com os pneus do meu Fisker Karma. Mas quem se importa quando tem mais de 15 carros na garagem? Pois é eu me importo! Quanto mais rápido eu ia, mais longe aquele beco ficava, eu já estava ficando completamente irritado com isso até que pude ver o final da estrada de terra. Segui ao contrario e mesmo de longe pude ver as luzes do farol de cada carro daquele filho da puta, os meus homens vinham logo atrás de mim, Chaz e Chris. Acelerei mais e não estava nem ai se essa porra batesse contra os carros daquele merda, mas como eu já imaginava quando eles notaram a velocidade e a quantidade de carro indo para cima deles, deram vários cavalinhos de pau voltando para fugir de nós, saquei a minha arma e sai atirando nós pneus daqueles carros 1 rodou 2...3...4...5...6...7. Até que ele viu que se continuasse andando perderia mais homens e por fim eu o pegaria de qualquer jeito. Ele parou seu carro e desceu acompanhados dos homens que sobraram, e olha tínhamos uma visitinha especial, prefeito Charles. 

Sai do carro acompanho de Chaz e Chris e meus homens estavam logo atrás, me inconstei no capo do carro e analisei aquela cena rindo.

Justin: Pensaram mesmo que iam fugir de mim?. - Disse em um tom debochado. 
Charles: Nos deixe ir embora Bieber!.
Justin: O que foi Sr. Prefeito, esta com medo? Porque ficam circulando a minha boate? minha casa? Seus filhos da puta, ainda não esqueci o tiro dado na minha mulher. - Disse irritado.
Al Pacino: Que tiro e que mulher Bieber?. - Disse ele parecendo confuso.
Justin: Não se faça de desentendido seu verme, você mandou seus homens invadirem a minha casa no meio da noite e como eu não estava em casa atiraram na minha mulher. 
Al Pacino: Então você esta namorando Bieber? - Disse ele em um tom de deboche. - Meu caro Bieber, porque eu invadiria a sua casa e daria um tiro na sua amada se o meu único alvo aqui é você! - Disse ele firme.
Justin: Porque? Pra me atingir é claro. - Falei em um tom alto.
Al Pacino: Bieber eu já lhe disse isso uma vez e vou lhe repedir. Eu não luto com um inimigo meu sem armas, sua amadinha é só uma pedrinha de enfeite, já você é a pedra que eu quero chutar do meu caminho.
Justin: Você fala isso como se fosse conseguir. - Ri debochado. - Você deveria estar muito feliz por eu não ter te matado ainda. Você não tem mais nada, a não ser esse velho babão falido que conta com o dinheiro dessa cidade pra viver, sem contar na propina, trafico de drogas de mulheres e tudo mais. Falta pouco pra ele cair, e olha. - Dei uma pausa. - Você vai junto!
Charles: Eu sou o prefeito dessa cidade, você acha mesmo que eu vou cair Bieber? Você não passa de um moleque precipitado que age por impulso com esses outros ladrõezinhos de banco. - Chaz e Chris começaram a rir.
Chris: E você acha mesmo que nos ofende chamando a gente assim? Boa, essa realmente foi boa! Pode tentar a próxima.
Justin: Pra mim não interessa o que você acha seu velho babão! Pra mim o que interessa é o que eu sei, e eu sei que você vai cair hahaha Nunca duvide de um Bieber, minhas palavras eu honro e cumpro! Vai ser ótimo ver vocês na cadeia. - Abri a porta do meu carro. - Ethan Pegue o carro deles e depois queime! - Entrei no carro e fiquei observando e rindo. - Acelerei meu carro parando na frente deles que estavam completamente irritados. - Boa camelada pra vocês.
Al Pacino: AGUARDE BIEBER, SEU FILHO DA PUTA. - Dei dois tiros ao chão o fazendo pular. 
Justin: Também adorei a nossa conversa!

Acelerei o carro e logo todos vieram atrás. Filho da puta ele ainda está tramando, mas se eu conheço esse filho da puta realmente não foi ele quem entrou na minha casa e atirou em Julie. Tem mais alguém querendo minha cabeça urgente, mas quem?


Julie P.O.V

Finalmente chegamos em casa, Ryan veio tentando me animar o caminho inteiro mais eu realmente estava assustada. Eu ainda tenho que me acostumar com essa vida do Justin. Me sinto mais perdida que agulha no palheiro. Me deitei no sofá e logo Ryan apareceu.

Ryan: Bebe isso Ju, vai te fazer bem. - Disse ele me entregando um copo.
Julie: O que é isso?
Ryan: Suco de Maracujá. - Me sentei dando uma risada meio abafada e fui bebendo aos poucos o suco, acho que o Ryan já estava de saco cheio de me ver chorando.
Julie: Obrigada!. - Forcei um sorriso.
Ryan: Imagina, sou chato mas eu sei quando devo ser legal. - Disse ele fazendo careta. - Você é muito chorona sabia? hahaha.
Julie: Idiota! Só não sou acostumada com essa vida de criminoso de vocês ta! - Bati em seu ombro e ele se esquivou.
Ryan: Então vai se acostumando, ainda mas com o Justin! Você chegou bem no começo da encrenca dele com o Al Pacino. - Disse ele pensativo. - Na verdade não é o começo, a muito tempo eles tem uma treta, mas agora ela ficou mais forte. - Eu juro que não estava entendendo nada.
Julie: Como assim? Quem é Al Pacino?. - Perguntei Curiosa.
Ryan: Bom acho que não tem problema eu te contar! Al Pacino é o pior inimigo do Justin e o Justin é o Pior inimigo do Al Pacino. Tudo começou quando fomos a uma boate logo depois de mas um sucesso de nossos assaltos, nós estávamos comemorando por mais uma vez ter dado certo. Al Pacino soube por um amigo nosso, o Alfredo, que conseguimos o milagre de assaltar o banco central e que o Justin era o cabeça de todos nós, que ele teve a ideia de tudo, que ele nós ensinou tudo. De cara o Al Pacino não acreditou, mas depois de meses investigando o Justin ele simplesmente ficou impressionado com tudo que o Justin fazia, tudo nós mínimos detalhes e simplesmente ficava perfeito. As fugas bem boladas, as senhas de acesso aos cofres, as digitais, a habilidade de não deixar rastros e nem ficar na mira do FBI, tudo certo sabe? Al Pacino ficou ganancioso demais com tudo isso e queria de todas as formas que Justin fosse trabalhar pra ele, ele prometeu que Justin seria seu braço direito e que teria uma boa contia em dinheiro em jogo. Mas você sabe como o Justin é né? Ele não gosta de ser mandado por ninguém, não gosta de ser o segundo e não aceitou. Mandou o Al Pacino ir se foder com a proposta dele e depois desse dia Al Pacino jurou que faria da vida de Justin um inferno, um tremendo fracasso. - Tapei minha boca com as mãos, eu realmente estava impressionada.
Julie: Nossa, e depois?. - Perguntei interessada.
Ryan: Bom depois disso Al Pacino realmente tentou cumprir sua promessa, em um de nossos assaltos quase fomos pegos pelo FBI. Sorte que o Chaz foi treinado para invadir sistemas sem ser descoberto e viu que nesse dia o FBI estaria em peso no Banco, eles nós prenderiam fácil. Nossa habilidade não é paria para eles, mas nesse dia eles realmente estavam mais preparados do que nunca. Foi nesse dia que o Justin se irritou e disse que o Al Pacino poderia se considerar um homem morto. Depois desse dia realmente a guerra foi declarada, Justin conseguiu fazer com que os homens do Al Pacino passassem pro lado dele e ainda conseguiu tirar tudo, tudo de valioso que o Al Pacino tinha. Boates, Dinheiro, Lojas, Carros, Casas, Contas estrangeiras, Dinheiros com drogas e tudo mais. Mas Justin não queria nada daquilo, até porque ele tinha muito mais, então ele reuniu tudo, documentações, as drogas, o dinheiro, os cartões e levou Al Pacino até o galpão a onde ele tinha reunido tudo isso e simplesmente queimou, queimou tudo! Al Pacino viu todo a sua riqueza e reputação indo embora com as chamas hahaha. Justin achou esse tipo de vingança bem melhor do que matar ele, e realmente foi. Só que depois de meses sem dar as caras, Al Pacino conseguiu com que o burro do prefeito acreditasse nas bobagens dele e eles se aliaram contra o Justin, mas dessa vez a coisa é bem mas do que vingancinha ou guerrinha declarada. As coisas se avançaram demais depois que nomes importantes do senado se meteram nisso.
Julie: Socorro! Não acredito, nossa isso realmente é mais serio do que eu pensei. 
Ryan: Sim hahaha Realmente Justin não é um querido por aqui, mas ainda tem mais, não é só o Al Pacino que quer ver o Justin morto e derrotado. - Aquelas palavras doeram no fundo do meu coração. - Justin tem mais inimigos do que imaginamos. 

Inconstei minha cabeça no ombro de Ryan tentando fazer com que toda aquela história fizesse sentido, mas eu realmente não conseguia encaixar aquilo em nada, sentia aos poucos os meus olhos pesarem.

Julie: O que tinha naquele suco?. - Disse um pouco sonolenta.
Ryan: Boba hahah nada demais, só um calmante pra você dormir bem e relaxada. 

Escutei tudo muito abafado e depois apaguei.


Justin P.O.V

Passei pelo enorme portão de casa e pude ver a luz da sala acessa, Julie com certeza deve estar acordada esperando por mim ou nervosa pelo que aconteceu. Passei pela porta e algo acalmou o meu coração, ela dormia tranquila no sofá enquanto Ryan cochilava no outro, tentei fazer o minimo barulho possível para não acordar eles.

Ryan: A é você. - Disse ele esfregando os olhos. - Que susto! Vou pra casa.
Justin: Não, dorme aqui irmão. Ta tarde já, amanha você vai! Ela ficou bem?.
Ryan: A mais ou menos, você sabe como é mulher né? Ela ainda ta muito assutada com isso tudo, vai demorar pra ela se acostumar mas depois de um tempo não tem jeito, ela vai acabar se acostumando com essa sua vida de cachorro. - Ele riu e eu dei um tapa em sua cabeça
Justin: Engraçadinho! Pode ficar no 3 quarto de hospedes.
Ryan: Beleza Drew, Boa noite!.
Justin: Boa noite!.

Ryan subiu e eu peguei Julie no colo e a levei para a cama, ela dormia tão profundamente que se eu não estivesse escutando sua respiração pensaria que ela morreu. A deitei em minha cama e logo me livrei de minhas roupas ficando apenas de cueca e me deitando ao seu lado e logo dormi.


Lindonas <3

Que confusa em amores, começo de guerra totalmente declarada, quem será que vai se sair bem dessa em? Hmmm não sei!

Amores não se esqueçam de divulgar a fic, é super simples e rapidinho e só apertar em "Tweetar" ali do lado e pronto! É muito importante pra mim, espero contar com vocês.

Grupo do Imagine Belieber (Aqui).

30 COMENTÁRIOS PARA O PRÓXIMO CAPÍTULO! NÃO SE ESQUEÇA DE SE IDENTIFICAR. 

Comentários
30 Comentários

30 comentários:

  1. aaaaaa ansiosa para os próximos capítulos Justin tem que sair dessa ganhando

    ResponderExcluir
  2. Continuaaaaa logo, como eu amo a sua IB, CONTINUA POR FAVOR!

    ResponderExcluir
  3. Muito boom ! nos, muito ansiosa para o próximo ;)) Ju Veloso '

    ResponderExcluir
  4. que guerra hein ! o justin vai ganhar essa querra ! ta perfeito igual ao clipe da demi ! @ursinhojustin

    ResponderExcluir
  5. A melhor ib de todas ... Esse cap foi meio parado mas perfeitooo ...

    ResponderExcluir
  6. Nossa que tenso rs , ansiosa pro proximo cap
    - Isabela

    ResponderExcluir
  7. ESSES CAPÍTULOS, SOCORRO.
    Julie neném s2-s2
    Al Pacino. Ele é um filho da puta, noussa.
    Inclusive, querendo saber quem deu o tiro na Julie, hmmmmmmmmmmmMMMMMMmMMmmMmMmMm ASÇDAJS~JDAS~DJ
    Entau, até o próximo <3
    Karou

    ResponderExcluir
  8. Nossa que capitulo tenso.. :(
    Quem será que atirou na Julie ?? OMG
    vamo ver n que vai dar neh...rsrsrs
    continua ai ué :)

    ResponderExcluir
  9. UHUUUUUUUUUUUUULLL!! CADA VEZ MELHORRR UAHUAHUAHAUAHUAA mais mais mais anjaa! (bj lelis)

    ResponderExcluir
  10. Meu Deu sua IB cada vez fica melhor continua heim !! POXA quem e que e esse tal novo inimigo do meu marido :O

    ResponderExcluir
  11. Já disseram que vc deve ser escritora? Continua mulher ta perfeito!

    ResponderExcluir
  12. ...... Justin como sempre botando moral na parada, haha Thais Diva continua logo em ......

    ResponderExcluir
  13. Aah Perfect' amei s2..

    Sabe, pra mim qnto mais violento melho hahaha'

    ResponderExcluir
  14. Só uma pergunta: vc toma alguma coisa pra ter tantaaaa imaginação assim? kkkk brinks perfeito como sempre u-u ~Bianca

    ResponderExcluir
  15. continuaaaa é demais :)))))))))/liza

    ResponderExcluir
  16. Continuaaaa anjo ! faz capítulos maiores ): perefeitoooo

    ResponderExcluir
  17. muiiitooo boooom como sempree.. =) posta logo ok!?

    ResponderExcluir