domingo, 12 de maio de 2013

Heart Attack - 35° Capítulo.



Julie P.O.V


Justin já havia sumido na estrado com o resto dos meninos, continuei ali tentando manter minha respiração regular mas era impossível, o nervosismo tomava conta de mim. Só de pensar que terei que agir por mim mesma, meu estomago já embrulha, mas estou confiante. Eu sei que sou capaz, é claro que sou. 

Ethan: Como não podemos levantar pistas, eu acho melhor esperarmos um pouco aqui. - Disse Ethan parando o carro ao lado de um posto de gasolina. 
Julie: Tudo bem. 


[...]

Ficamos ali parados cerca de 30 minutos até que Ethan me avisou que já poderíamos ir, concordei e ele deu partida no carro. Pronto já estávamos a caminho da mansão. Me sentia calma mas ao mesmo tempo ansiosa. Já podia escutar o som alto da festa assim que paramos o carro. O lugar estava incrivelmente decorado e ali havia muitas pessoas, tanto na entrada como na pequena visão da enorme porta. Suspirei fundo e arrumei meu vestido vermelho e afirmei o salto. 

O segurança da mansão abriu a porta e me ajudou a sair do carro. Seus olhos foram para o decote dos meus seios me deixando desconfortável, tentei ignorar aquilo e continuei subindo a escada de entrada da mansão. Meu coração palpitada junto com a musica, agora sim eu estava mais nervosa do que nunca. Passei pelos dois enormes seguranças que estavam na porta e finalmente pisei dentro daquela enorme mansão a onde haviam jovens espalhados por toda a parte, uns dançando, outros sentados a beira da janela, alguns estavam perto de um enorme balcão a onde eram servido bebidas. Meus olhos se miraram ao meu lado esquerdo a onde pude ver Justin e os meninos com algumas vagabundas. Meu sangue ferveu e minha vontade era de parar tudo ali e mostrar que Justin tinha dona, mas simplesmente não dava, não pudia colocar tudo a perder. 

Justin permanecia com uma de suas mãos ao seu bolço esquerdo, enquanto a a mão direita segurava uma taça, ele olhava irritado ao sentido contrario da pista a onde havia um senhor de aparentemente 60 anos que estava acompanhado com um homem de uns 45 anos, seus trajes elegantes e a boa forma me fizeram deduzir que aqueles eram o Prefeito Charles e o famoso inimigo do Justin, Al Pacino. 

Por alguns minutos fiquei tão distraída analisando aquele lugar que mão pude perceber que todos daquele lugar me olhavam. Me arrepiei dos pés a cabeça sem saber o que fazer. O garçom passou por mim e me serviu champagne, aceitei na hora sem pensar duas vezes. Aquelas pessoas me olhando já estavam me assustando. Desviei meus olhos por alguns minutos e os mirei rapidamente em Justin, ele parecia mais abobado que os outros, céus o que esta acontecendo?

Nolan: Com licença, eu acho que ainda não nós conhecemos. - Ele sorriu pegando em minha mão e depositou um beijo ali. - Me chamo Nolan, espero que esteja gostando da festa. 
Julie: Prazer, Julie. - Sorri tentando não transparecer o nervosismo. - A estou sim, esta demais. - falei animada.
Nolan: Desculpa a pergunta mas, foi algum dos meus amigos que convidou você ou é filha de algum amigo do meu pai? - E foi nesse exato momento que eu tive a maior vontade de gritar "JUSTIN ME TIRA DAQUI" e correr para o resto da minha vida. Suspirei tentando pensar em uma resposta breve. - Me desculpa, esqueça essa minha pergunta boba ok? Posso te apresentar ao meu pai?
Julie: Cla-claro, tudo bem. 

Ele me esticou seu braço a onde me enganchei á ele e fomos ao outro lado da pista. Olhei disfarçadamente para o Justin e sua feição me assustou, percebi que Ryan tentava acalma-lo mas aquilo realmente não estava adiantando, eu teria que sair daqui rápido ou quem estragaria tudo seria o Justin. 

Charles: Mas quem é essa gracinha Nolan?
Nolan: Julie pai, acabei de conhece-la.
Julie: Prazer. - Estiquei o meu braço para cumprimenta-lo mas o velho era abusado, beijou minha mão por longos minutos e logo depois olhava fixamente para os meus seios. 
Charles: Bonito nome, Julie.
Julie: Obrigada prefeito.
Charles: Pode me chamar de Charles princesa, se me permite quero lhe apresentar um grande amigo, Al Pacino. Ele tem grandes poderes sobre Miami sabia? - Ele sorriu como se eu fosse me mostrar interessada. Minha vontade era de rir e gritar ali mesmo que ele era um falido, que perdeu seu território para o MEU homem. 
Al Pacino: Grande formosura. - Ele repediu o ato do prefeito beijando minha mão. 
Julie: Obrigada. - Sorri.
Al Pacino: Querido Charles a moça não nos deixa de lembrar a grande Jessica Rabbit.
Nolan: A grande mulher do Glamour, sedução e mistério.
Charles: Exatamente, eu diria que ela é a própria Jessica Rabbit em uma versão morena.
Julie: Grande Jessica Rabbit. É uma hora pra mim ser comparada a ela. 
Al Pacino: Honra merecida. - Ele sorriu diabolicamente me fazendo arrepiar. 
Charles: Me deem licença. - Concemos e ele saiu. 

O Prefeito subiu a um palco ao nosso lado e tomou o total controle do microfone chamando toda a atenção para si.

Charles: Eu gostaria da atenção de todos, os fogos de artificio começaram á 10 minutos. Eu gostaria de pedir para que todos se retirassem e fossem até o jardim, peguem suas taças porque hoje é dia de comemorar.   

Todos começaram a aplaudir e alguns até se arriscaram a assoviar. 

Julie: Nolan? - Ele se virou para mim. - A onde fica o toalete? Preciso retocar a maquiagem, você sabe como é. - Sorri. 
Nolan: A claro, bom é ao final do corredor ao lado da porta. Mas como as pessoas estão se amontoando para sair, pode ir no toalete do segundo andar. Suba a escada e siga o corredor, quarta porta a esquerda. - Ele sorriu, depositando um beijo em minha bochecha. - Te espero lá fora. - Sorri, concordando com ele.

A sorte estava do meu lado, eu sinceramente não estava acreditando. Caminhei até a escada a onde subi sem ser muito notada, as pessoas estavam mas distraídas em sair dali do que olhar para a escada.

Comecei a andar pelo corredor e segui as instruções que Chaz havia me dado, o escritório do prefeito era na ultima porta do corredor, então apertei meus passos e abri a porta, analisei mais uma vez para poder me certificar de que ninguém estaria me vendo e fechei a porta rapidamente, peguei a pequena lanterna que havia em minha bolça e não pude me esquecer das luvas para que as minhas digitais não ficassem marcadas ali. Pressionei as primeiras gavetas e nada do pergaminho de ouro. Minha ultima ficha estava apostada na ultima gaveta. A pressionei e para o meu azar ela estava trancada. Escutei passos e pessoas conversando próximas dali e me desesperei. Peguei minha bolça rapidamente e puxei a cadeira com brutalidade entrando em baixo da mesa. Assim que puxei a cadeira novamente a porta se abriu. Meu coração foi a mil e tudo que eu mais queria era que aquilo fosse um sonho. 

Charles: Eu tenho certeza que deixei meu óculos aqui. - Ele vasculhava a mesa com precisão enquanto eu controlava até minha respiração. - Aqui estão. - Ele riu e já estava saindo da sala quando meu salto se deslizou e fez um breve rugido. Agora sim eu estava ferrada. - Escutou isso Al Pacino?
Al Pacino: Isso o que? Deixe de ser gaga. Apresse-se, não quero perder o Bieber de minha vista. 
Charles: É deve ser coisa da minha cabeça mesmo. - Ele fechou a porta me fazendo sorrir aliviada, mas ao mesmo tempo assustada.

Eu precisava pegar essa maldita assinatura antes que eles voltassem. Empurrei a cadeira novamente e engatinhei ate a beirada da mesa mas antes que eu pudesse me levantar algo espetou a minha mão.

Julie: Ai. - Liguei a lanterna novamente e ali estava um pequena chavinha jogada ao carpete. Peguei-à em minha mão analisando seu modelo diferente. - Julie sua anda, essa deve ser a chave da gaveta. 

Me levantei depressa e a pressionei com os olhos fechados sobre a fechadura torcendo para que ela girasse e abrisse aquela gaveta. 

Julie: Abriu, abriu. - Repeti para mim mesma. 

Puxei a gaveta e ali estava o rolo de pergaminho de ouro, abri com cuidado e tirei dali o papel. Abri minha bolça colocando o papel ali. Fechei o pergaminho e o guardei na gaveta, tranquei a mesma e joguei a chavinha no mesmo lugar na onde á encontrei. 

Arrumei meu vestido rapidamente e fui até a porta. Abri ela devagar e pude ver que não havia ninguém ali. Sai rapidamente fechando a porta e tirei aquelas luvas. 

Desci as escadas e o mesmo local que estava cheio a poucos minutos atrás, agora estava vazio. Corri em direção a porta a onde varias pessoas estavam a frente da mansão com suas taças de champagne. Posicionei-me ao lado de algumas pessoas e logo começou a contagem regressiva.

- 10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1, 0. - Os fogos começaram e todos corriam até Nolan para abraça-lo e lhe desejar os parabéns. 

Justin me olhou curioso e fiz o mesmo. Eu queria correr e abraça-lo mas infelizmente aquela não era a hora. Me sentei em uma das cadeiras que estavam em volta da piscina e analisei Nolan sendo jogado na mesma por seus amigos que logo se juntaram a ele pulando na enorme piscina. Aproveitei o momento e peguei o meu celular.

"Ethan, você já pode vir me buscar. Obrigada!!".


                                                   Julie.

Nolan: Ei gatinha. Psiu! - Meus olhos se focaram a minha frente a onde Nolan estava dentro da piscina apoiado em sua borda.
Julie: Oi. Parabéns pelos 18 aninhos. - Sorri e me agachei até ficar próxima a ele. 
Nolan: Obrigada gatinha. Não quer entrar também?
Julie: Eu gostaria muito, mas não vai dar. Aconteceu um imprevisto e vou ter que voltar para casa. - Falei desanimada.
Nolan: Serio? Que pena! Eu gostaria tanto de comemorar essa data com você. - Sorri. - Mas fica pra próxima, marcamos de sair um dia. 
Julie: Fechado. - Sorri e me levantei. Acenei para Nolan que fez o mesmo e segui para o carro onde Ethan já me aguardava. Olhei mas uma vez para o Justin que parecia intacto no mesmo lugar me olhando. 

Entrei no carro e me joguei no banco.

Ethan: Esta tudo bem Julie?
Julie: Ethan parece que meu coração vai sair pela boca. Mas eu gostei da sensação de perigo mesmo estando nervosa. - Analisei minhas mãos que tremiam.
Ethan: Imagino, mas fique tranquila, isso é normal. 
Julie: Normal pra vocês que já são acostumados com essa vida. - Ele riu e em seguida atendeu o radio falando breves palavras. - Porque parou o carro?. - Perguntei vendo ele parar o carro em uma rua deserta. 
Ethan: Justin esta vindo te buscar. 
Julie: Hm, ele disse a onde iriamos? - Perguntei curiosa.
Ethan: Não, só disse que estava vindo te buscar e que chegaria em poucos minutos. 

Continuei ali deitada no banco enquanto esperava por Justin. Minhas mãos soavam frio e tremiam ao mesmo tempo. Fechei os olhos para tentar me acalmar e só abri quando senti o vento gelado passar por minhas pernas causando arrepio, me levantei e vi Justin me esperando sair do carro. Sai e tentei abraça-lo mais ele me ignorou completamente. Filho da puta porque veio me buscar então? Entrei no carro ainda mais nervosa. 

Julie: O que aconteceu? - Justin permaneceu calado. - A onde estamos indo.
Justin: Pra boate. 
Julie: Fazer o que?
Justin: O que as pessoas costumam fazer em boates? - Disse ele grosso. - Se quiser ir embora, ligue para Ethan.
Julie: Você é um idiota, Justin. O que eu fiz pra você? - Ele riu debochado e acelerou ainda mais o carro. 

Aquela sensação de mal estar não saia de mim por nada. Minha vista insistia em ficar embaçada e Justin me tratando daquele jeito só me fazia ficar pior. Chegamos aquele puteiro do caralho e senti a raiva ser estocada em lagrimas. Droga de hormônios.

Justin: Para de ser marica e ficar chorando. - Disse ele seco.
Julie: Vai se foder.

Sai do carro pisando firme e Justin vinha logo atrás. Entrei soltando fogo por aquela boate e Justin colocava sua mão em minha frente para que ninguém me tocasse. Sentia uma raiva tão grande dele que estava prestes a dar um soco em sua cara mas quando vi Mel no camarote a onde estávamos subindo me senti um pouco mais animada e me apressei. 

Mellanie: Caralho a onde você tava desse jeito? Me beija amiga. - Comecei a rir.
Julie: Fui em uma festa com o Justin, nada demais. 
Mellanie: Sei sei, que saudade. - Disse ela me abraçando. - Credo como você ta gelada menina, olha sua mão esta até tremendo de frio.
Julie: Mas eu não to com frio. - Franzi o senho. 
Mellanie: Então você ta morrendo. - Ela colocou a mão em sua boca como se estivesse assustada e logo depois caiu na risada. - To brincando sua boba, não precisa fazer essa cara.
Julie: Idiota, você me assustou. - Comecei a rir.

Continuei ali conversando com Mel, tentando esquecer aquilo que me incomodava. Justin e Ryan riam como crianças, mas assim que meu olhar se cruzava com os de Justin ele mantia seu semblante serio, me deixando triste. 

Julie: Quero ir pra casa.
Mel: Por que? Fica mas um pouco. - Ela fez biquinho.
Julie: To cansada. Vai na casa do Justin amanha? Podemos passar o dia juntas. - Sorri.
Mel: Vou pensar e te ligo amanha ok?
Julie: Ok. - Abracei ela e me despedi.

Caminhei até Justin me perguntando se deveria ou não falar com ele.

Julie: Vou pedir para o Ethan vir me buscar ok?

A resposta era não. Eu não deveria ter ido falar com Justin, ele simplesmente é um babaca inútil, me ignorou como se eu não estivesse ali e ainda riu da minha cara. Sai derrubando lagrimas pela boate inteira. 

Me sentia perdida como uma criança de 7 anos que perdeu os pais no shopping. Sai da boate apressada e me sentei na calçada, as lagrimas desciam como a chuva no céu. Peguei meu celular e disquei varias vezes o número de Ethan mas ele simplesmente não atendia. Olhei fixamente ao céu e minha unica pergunta era "O que esta acontecendo? O que?". Permaneci sem resposta. 

Justin: Entra no carro. - Disse ele mandão.

Minha vontade era de ignorar ele da mesma forma em que ele me ignorava, mas ou eu escolhia ser teimosa ou ir pra casa logo. Segui ele e entrei no carro. Justin corria tanto que eu já estava ficando tonta, meu estomago se revirava a cada freada brusca.

Julie: Justin, para o carro. 
Justin: Por que? Ta com medo? Pare de charminho Julie.
Julie: PARA ESSE CARRO A-G-O-R-A. POR FAVOR. 

Justin parou o carro com apenas uma freada e continuou rindo, como se fosse me assustar, mas aquilo só piorou a minha situação. Sai do carro apressadamente colocando tudo pra fora. Me sentia horrível e fraca. É sempre assim, quando fico nervosa ou eu choro muito ou eu choro muito e acabo vomitando. Justin saiu do carro e se agachou até mim passando uma de suas mãos em meu ombro e com a outra segurou o meu cabelo.

Julie: SAI DAQUI JUSTIN. QUE NOJO EU ESTOU VOMITANDO NÃO TA VENDO, SAI DAQUI. - Gritei chorando.
Justin: E quem disse que eu tenho nojo de você? Pelo amor de Deus Julie, todo mundo vomita. Só quero ajudar, o que você tem?
Julie: Não tenho nada, não preciso da sua boa vontade. Me deixa. 

Justin me levantou e me deu um abraço. Odeio quando ele faz isso, me sinto mas fraca e prepotente ainda. Ele abriu a porta do quarto e me fez entrar, ele tomou seu lugar no banco de motoristas e seguiu dirigindo mais calmo até chegarmos. 

Assim que ele parou o carro desci e fui direto tomar banho e cuidar da minha higiene pessoal, quando abri a porta Justin já estava deitado com o cabelo molhado e sorriu ao me ver. Me joguei na cama e ele me abraçou.

Justin: Eu vou cuidar de você. Te amo. 

Não consegui responder, apenas chorei mais ainda e ó abracei. Adormecendo em seus braços.


Amo vocês, beijos. Tchau.

Link do grupo do Imagine Belieber (Aqui). Fale comigo (Aqui).

40 Comentários para o próximo capítulo! Não se esqueçam de se identificar. Lembrando também que não irei postar o Próximo capítulo sem a meta dos comentários <3



Comentários
46 Comentários

46 comentários:

  1. *---* perfect continuaaaa

    /anne

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui a primeira a comentar quero prêmio Thaís kkkkkkkk

      /anne

      Excluir
  2. Awnnnnn Esse capitulo foi TDB=. TUDO DE BOM, simplesmente DIVANDO de novo néh , já vi que não consegue para mesmo kkkkkkkkk tdu mto perfect como sempre rsrs' nem precisa saber a resposta néh??? CONTINUAAAA KKKKK
    Bjus ;)

    ResponderExcluir
  3. Que coisa mais perfeita *-* continua

    ResponderExcluir
  4. a vaca da julie ta é gravida kkkkkk amei esse cap. ta divando em thais kkkkkk a vendendor de verdurakkkkkkkkkkk ai me lembro continua logo amig ta ficand tipo demais a ib e bota uma foto desse tal de nolan pfv te amo bjs continua
    by:JeynneLemos

    ResponderExcluir
  5. Julie ta ficando boa nesse negocio de ladrão hahaha e esse final ficou mto lindo :33 ta perfeitoo. @ursinhojustin

    ResponderExcluir
  6. continua por favor, 40 comentarios é muito, toda vez eu comento mas se for ficar esperando pelos outros :( continua logo please

    ResponderExcluir
  7. eu não entendi por que o Justin tava iguinorano a diva da Julie '-'
    continua ta perfeitooo

    ResponderExcluir
  8. Mal cheguei aqui e já vi que vc arrasa . Ta muito perfeito.
    "Amo vocês, beijos. Tchau" kkkkkkkk

    -naty

    ResponderExcluir
  9. Suspeita de Gravides, so pode !
    Kkk' vidente aqui ta , se mete !
    Amei esse capitulo, foi Otimo... So nao entendi esse Justin ! rs'
    Continua ... XoXo <3

    ResponderExcluir
  10. Sera que ela esta gravida ?! Ela nao pode Thais .... devia po-la gravida mais tarde ! .... :c
    Mas continua sendo perfeita ! *-*
    Ass:Marcia Ambrosio

    ResponderExcluir
  11. adorei a julie bandida !!!! ta mais perfeito a cada dia ,parabens :D .
    ass:mariana

    ResponderExcluir
  12. Leitora novaa!! To amando desde o começo tais!! Esse Justin é bipolar ne!? So pode!!rsrs e sera q a julie ta gravida!!???!?!?!?! Ai meu corassaummmm
    Mt anciosa pro proximo capituluuu!!
    Bjs,Laurinha Assis

    ResponderExcluir
  13. nossa amei...cara eu acho ki ela estar gravida..mas não entendi pq o justin estava daquele jeito?! enfim to amando continuaaa

    ResponderExcluir
  14. Ta muito perfeito! A Julie só pode estar gravida to amando nao demora muito pra postar bjoss?!! By: Mariana Rangel

    ResponderExcluir
  15. Eu queria saber pq dhabos o Justin tava ignorando a Julie!!, Thais depois bota uma foto desse tal de NOLAN quero ver se ele e bonito ( ~~ Le eu tarada modo On,~~ Le eu tarada modo Off) Julie arrasando corações até de velhinhos akdkaljdklajk , e só tem 16 anos.
    Eu queria saber pq o Justin xinga tando a coitada da Julie, acho que se ele me chamasse de "VADIA" ou outra coisa qualquer eu dava um belo de um tapa bem na cara dele, Julie de sorte por te o gostoso do Justin pra ela. Thais Linda, Diva, eu amo vc por escrever pra gente .....

    ResponderExcluir
  16. PORQUE O JUSTIN TAVA IGNORANDO A JULIE?? Thais, tá perfeito de mais, A IB ta super mega ultra perfeita... CONTINUA LOGOO, THAIS SUA DIVA! <3

    ResponderExcluir
  17. O JUSTIN TA MUITO B BIPOLAR EU EM KAKAKKAA,continuaa lindaa

    ResponderExcluir
  18. To muito curiosa Para o Próximo Capitulo Ai meu Deus , esse história esta ficando cada vez melhor Parabéns !!!!

    ResponderExcluir
  19. Eu amo mto essa fic,continua pf,chega logoo 40 comentarios *---* eu necessito ler mais

    ResponderExcluir
  20. Ta mto perfeita,amei. A Julie ta gravida tenho certeza

    ResponderExcluir
  21. Ai meu God! Eu chorei sei la por que kkk! Continua logo amore! Ta perfeito!

    ResponderExcluir
  22. Coooontinua muié , pelo amor de Deus , isso ta perfeito demais *-*

    ResponderExcluir
  23. Continua lindaaa..please *-*
    By: Isa G.

    ResponderExcluir
  24. Ainw,tadinha da Julie e o Jus é fufura em pessoa,continuaaaaaaaaa!

    ResponderExcluir
  25. Amei esta muitoo perfeito vc tem que virar escritora kkk mais continuaa esta muito muito muitooo perfeito <3

    ResponderExcluir
  26. meu Deus ela ta gravida?? continuaaaaaaaaaaaa Beatriz (grupo fb)

    ResponderExcluir
  27. Thá continua por favor ta perfect......

    #gab's

    ResponderExcluir
  28. Ta perfeitaaaaaaaaaaaaaaaaaaa continuaaaaaa 41 comentariossssss :)

    ResponderExcluir
  29. Julie de TPM? Que isso dia não para de chorar mds huahauahaah AMORE TÁ MAIS DIVO IMPOSSÍVEL /Isa

    ResponderExcluir
  30. Ok já te falei que tu deve virar escritora? ashuauhs continue por favor. ><

    ResponderExcluir